Grupo Assik



Grupo Assik é o projeto de pesquisa e produção da Michael Chekhov Brasil, voltado para desenvolver meios de aplicar na prática a abordagem artistica do Michael Chekhov, não só no trabalho do ator, mas na direção e em todo o processo de produção de uma apresentação teatral. Michael Chekhov falava de um "teatro do futuro", um teatro que viria para fazer resistência aos efeitos do crescente materialismo nas artes, algo que sentimos tão forte hoje em dia. Ele defendia a idéia de um teatro espiritual, embora não no sentido religioso ou místico, mas sim "no sentido da investigação concreta do espírito do ser humano. Essa investigação deve ser feito por artistas e atores, não por cientistas."

O nome Grupo Assik é uma homenagem ao pequeno cachorro que acompanhou Michael Chekhov nos anos 30 quando dirigia a sua escola, primeiro em Dartington Hall, na Inglaterra, e depois em Ridgefield, Connecticut, EUA. Chekhov observava Assik nas suas atividades e admirava como nunca cansava, nunca ficava desmotivado, sempre concentrado, animado, confiante e com muita energia, até ele atingir seu objetivo. Procurava transmitir aos alunos esta atitude como sendo a de um verdadeiro artista.

Esta montagem é o segundo espetáculo do GRUPO ASSIK. Formado por artistas apaixonados e insatisfeitos com o atual sistema fast-food do fazer teatral, o Grupo equilibra sua prática em cima da filosofia e técnica do ator e professor russo Michael Chekhov, que tanto falava da necessidade do ator se colocar como peça de resististência a invasão materialista ao mundo das artes. A peça de estreia do Grupo Assik foi "Boa Noite, Mãe", de Marsha Norman, dirigida por Hugo Moss e com Thaís Loureiro, diretora de GIZ-9, no papel de Jessie, e Fabianna de Mello e Souza no papel de Thelma.

.

.

.



GIZ-9



2064. Sociedade de vigilância. À primeira vista, ao acompanharmos um dia na vida de Zuleika, professora primária de uma escola de estrutura evidentemente precária, pode-se dizer que “GIZ 9“ é uma tragicomédia que trata de educação. Um olhar mais atento, leva o espectador a sentir que a escola é apenas o cenário perfeito para se falar das prisões - as vezes intangíveis - das quais somos reféns ao longo da vida.

A escola, os padrões de beleza, o racismo estrutural, o patriarcado e um tanto daquilo que um romântico se recusaria a acreditar que são sistemas colonizadores de pensamento, como o casamento e a maternidade. Mais do que uma crítica a la Michael Foucault (filósofo francês que muito falava sobre os males das instituições de socialização na “sociedade disciplinar“ em que vivemos - chegando a comparar escolas a presídios e manicômios), essa comédia do absurdo aponta para dentro também. Para o microestado que é cada ser humano. Clarice Lispector disse certa vez: “Talvez desilusão seja o medo de não pertencer mais a um sistema. No entanto se deveria dizer assim: ele está muito feliz porque finalmente foi desiludido.“ A obra convida, ou melhor, provoca, ou melhor, desafia o espectador - em meio as risadas - a reconhecer seus próprios muros e, quem sabe, sair do teatro pronto para transformá-los em portas escancaradas para novas perspectivas. Pronto para subverter suas ilusões. Um espetáculo sobre o falso senso de liberdade.



Agenda e Ficha Artística



As próximas apresentações de "GIZ-9" serão:

5 a 28 de julho de 2019

Casa de Cultura Laura Alvim - Teatro Rogério Cardoso

Sextas e sábados: 19h; domingos: 18h

Ingressos: R$40 (inteira)/ R$20 (meia)

Ficha Artística



Texto e atuação: Carine Klimeck

Direção: Thaís Loureiro

Produção: Damiana Guimarães

Figurino: Patrícia Muniz

Cenografia: André Sanches

Iluminação: Fernanda Mantovani

Assistência de direção: Eder Martins

Assistência de produção: Renata Frignani

Produção executiva: Mariana Pantaleão

Assistência de Figurino: Letícia Langer

Assistência de cenografia: Débora Cancio

Registro fotográfico: Gabriela Furlan e Bernardo Martins

Assessoria de imprensa: Gisele Machado e Bruno Morais

Identidade visual: Guilherme Moura

Hairstylist: Neandro Ferreira

Maquiagem: Rodrigo Fuentes

Pitaqueiros: Bia Klimeck, Camilo Pellegrini, Hugo Moss

Produção: Bloco Pi Produções

Apoio: Folha Verde Design, Memória Lúdica, Gym, Agua Donna, Pão do Bento. Marrom Glacê Assessoria

Apoio Institucional: Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

.


Drama

50 minutos

Classificação: 12 anos



Catarse



A produção de GIZ-9 é independente, não contando com nenhum tipo de patrocínio institucional. Através da plataforma Catarse, o público pode contribuir para que o espetáculo continue acontecendo. Nossa meta inicial consiste nos valores para que consigamos realizar o espetáculos sem prejuízos. A meta estendida inclui o pagamento de todos os profissionais envolvidos.


 

 

Contato




GRUPO ASSIK

Michael Chekhov Brasil

21 3988-8114
grupo@assik.com.br

.

.

.

.

Desenvolvido por Agência Abacateiro | Grupo Assik - Copyright 2015